A Raça

Raça Border Collie


A raça Border Colie

O Border Collie é considerada a raça mais inteligente de cães. São atentos e dedicados e possuem alta capacidade e facilidade de aprendizado. São fáceis de educar e respondem bem aos comandos do tutor. São companheiros e fieis, super atenciosos, dóceis e se dão muito bem com crianças e também com outros animais. São cães muito ativos e enérgicos. Gostam de espaço para se movimentar e necessitam de atividades para gastar energia. Por muitos anos foram (e ainda são) usados como cães de pastoreio e por isso, são imponentes e dominantes.

História da raça

O Border Collie é um cão de origem inglesa e foi criado especialmente para o pastoreio de ovelhas. Foi criado na fronteira entre a Inglaterra e Escócia, de onde vem o nome Border (fronteira, em inglês). Diferentemente dos outros cães que controlavam o rebanho com latidos ou até mordidas, os precursores dessa raça tinham a habilidade de intimidar e controlar as ovelhas apenas com a postura e o olhar. Outro diferencial do Border Collie é que a raça foi desenvolvida com base nas habilidades que possuía, e não pela sua aparência física e estética. Por isso, o Border Collie se tornou o cão extremamente obediente, dedicado e inteligente que conhecemos hoje.

O filhote dos Borders são muito precoces e se desenvolvem antes das outras raças. Podem começar o adestramento cedo, pois aprendem com facilidade. Possuem muita energia e desde cedo precisam de espaço para se movimentarem. Gostam de brincar, correr e se exercitar.

  • Cão de porte médio, com cauda moderadamente comprida e focinho relativamente fino.
  • Ágil e muito habilidoso, ideal para praticantes de agility.
  • Pelagem bonita de comprimento médio ou longo.
  • Apresenta uma grande variedade de cores e marcações.
  • Pelo padrão da raça ele deve ter o corpo mais comprido do que alto.
  • Atrofia progressiva da retina – que é uma doença hereditária e pode causar cegueira.
  • CEA – Anomalia do Olho do Collie – é um deslocamento da retina que aparece bem cedo nos cães da raça.
  • Displasia coxo-femural – mal encaixe na cabeça do fêmur com o osso ísquio.

Depoimentos

Quer saber informações sobre nossos filhotes? Entre em contato com a gente!